1ª Meia Maratona Internacional de Belo Horizonte

Uma semana atrás (8/8) completei a mais difícil das provas que participei até hoje, sem sombra de dúvidas. Falando um pouco da pré-corrida, a organização da prova deixou a desejar em vários quesitos, primeiro na divisão dos pelotões que a primeira vista era interessante, pois o corredor no ato da inscrição informava seu melhor tempo, em uma corrida realizada em até 1 ano atrás e ele largaria num local baseado na sua performance. Mas, não havia conferência por parte dos seguranças e quem estava no pelotão geral largou na frente de quem tinha melhor tempo e por aí foi, essa divisão só funcionou para os corredores de elite.

A divisão que não funcionou...

A divisão que não funcionou...

A segunda falha foi o atraso da largada, visto a distância e o sol, quanto mais tarde: pior! em terceiro, o trajeto mal planejado, pois passar dentro do parque ecológico enfrentando a poeira levantada por outros corredores, associada ao sol de rachar e o tempo seco foi muito complicado, poderiam ter feito dentro do zoológico que seria bem melhor. O quarto ponto negativo foram os pontos de entrega de água (água quente) e o maior agravante, nos últimos postos não havia mais água.

Concentração

Concentração

Já durante a corrida, o calor e a baixíssima umidade do ar, me fizeram pensar em parar por várias vezes. Quando saí do parque ecológico e enfrentei o trecho que sai fora da lagoa e que ajuda a completar os 21Km necessários, parecia que não acabava mais. Por falar em parque ecológico, quem não acompanhou a corrida pela TV Alterosa, ou não percebeu, segue minha longa e brilhante participação registrada pela emissora rs…


Não pisque, senão o 2113 passa…

Na altura do Museu de Arte, o que me levou adiante foi a cabeça, pois o corpo pedia pra parar, mas no pensamento vinha o meu irmão que estava me visitando e tinha ficado até esse dia especialmente pra ver a corrida, além da tradicional presença da minha esposa! eu falava comigo a todo momento:não posso desistir.

Sol a pino!

Apesar pos pesares, e de ter completado a prova bem acima do que eu queria (eu pretendia até 1’ e 45”), completei em 1’ e 52”, foi mais uma batalha vencida, mais uma medalha pra coleção e muita experiência adquirida.

Morto!

Novos Desafios

No mês que vem pretendo participar de 2 corridas diferentes, a primeira é no dia 12/09: Running for Nature:Desafio das Matas, essa corrida foge do tradicional: primeiro no local que é o Parque das Mangabeiras e depois o trajeto que é no meio do mato, inclusive atravessando água e com muitas subidas e descidas, será interessante apesar da pouca distância: 8Km.

Parte do trajeto...

A outra é a Mizuno 10 Milhas que vai pra sua segunda edição e tem uma distância diferente: 10 milhas ou 16,06 Km, essa sim, na beira da lagoa, porém em um traçado diferente.

Como diria Adilson Batista: “Vamos aguardar!”

Anúncios

Sobre ericogomes

Sou Analista de Sistemas, e um amante do futebol e das corridas de rua, corridas estas que vem me proporcionando uma vida saudável e motivação extra pra encarar o dia a dia!
Esse post foi publicado em Corridas e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para 1ª Meia Maratona Internacional de Belo Horizonte

  1. Werner disse:

    Valeu camarada. Força.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s